sexta-feira, 22 de junho de 2007

quiche de legumes

Picoas Plaza, oito e picos. Fim de dia, portanto. Dirijo-me a uma pastelaria que serve almoços. Estou ao telefone. Não está ninguém atrás do balcão. O senhor lá aparece e fica a olhar para mim. Eu fico a olhar para ele à espera que ele tome a sua posição normal, atrás do balcão.
Não.
Ele quer certificar-se que eu quero pedir alguma coisa, não lhe basta que eu esteja junto ao balcão, parado, a olhar para as quiches. Finalmente, a custo, assume a sua posição.

Eu - Queria uma fatia de quiche e um café cheio, sff. Diga-me uma coisa, as quiches são de quê?
Ele - São de legumes.
- As três?
- Sim, são todas de legumes.
- Mas têm todas os mesmos legumes?
- Esta tem espinafres mas, tirando isso, são todas iguais.
- Mas olhe que não parecem iguais. Diria até que aquela tem delícias do mar.
- Não, é de legumes.
- Tudo bem. Dê-me uma fatia dessa (a que me parece ter delícias do mar).
- Ah, mas como são todas iguais, dava-lhe antes esta. É a última fatia e assim posso arrumar este prato.

(hã?)

- Mas eu quero aquela.
- Mas se são todas iguais...
- Tem a certeza?
- São todas de legumes.
- Mas olhe que aqui no menu diz que tem quiches de legumes, atum e delícias do mar.
- Mas estas são todas de legumes.
- Ainda assim, dê-me aquela com os legumes que parecem delícias do mar.
- Dava-me mesmo jeito servir-lhe esta porque é a última fatia e assim arrumava já o prato.

(não é possível...)

- Deixe estar, só quero o café.

2 comentários:

pepita disse...

lolol

jl disse...

um post à antiga. muito bom. devias fazer mais destes.