terça-feira, 24 de outubro de 2006

certamente

que sim. certamente. porque a vida, a tua e a dos outros não é mais do que aquilo que tu imaginas que seja. aliás, não pode. porque ninguém consegue ver a realidade com a clareza dos teus olhos. ela apresenta-se linear, só para ti. desde que em relação aos outros. mas estamos todos, para sempre, agradecidos pelo tempo que nos dispensaste.

2 comentários:

pepita disse...

bonito, é pois.

Alex disse...

andamos poéticos...

a propósito, gosto do seu novo blogue. Desculpe não ter passado antes.